Internacional

A GEP iniciou o seu processo de internacionalização em 2015, com foco no mercado africano. A estratégia assenta no desenvolvimento de soluções versáteis, inovadoras e facilmente adaptáveis às realidades locais.

Os modelos de colaboração podem ir desde parcerias tecnológicas, passando por apoio à implementação de operativas autónomas, formação de recursos ou até mesmo a criação de empresas próprias, como sucedeu em Cabo Verde, onde, em 2018 foi constituída a GEP Cabo Verde. Construímos equipas através de formação de peritos locais e acompanhamos o seu desempenho.

Em Angola, a GEP faz a supervisão de toda a operação, inclusive o apoio informático.

De uma forma distinta das outras realidades, a GEP Cabo Verde controla toda a sua operativa de forma autónoma, à semelhança de Portugal.